Anahí, O Delírio Brasileiro

Uma luz pela paz, pela tolerância, pelo amor, pela magia e por todos vocês...

Anahí começou sua carreira aos dois anos de idade, cantando no coral da igreja; logo mais, por pura casualidade, no programa infantil Chiquilladas, da Televisa. Quando acompanhava sua irmã Marichelo e está terminava a gravação do programa, Anahí se desfazia em lágrimas, chamando a atenção do produtor. Assim, tornou-se parte do programa, onde além de atuar, interpretava o tema de encerramento diário: Te doy un besito. Desde muito pequena a atriz-mirim veio realizando vários trabalhos na televisão, supreendendo a todos com seu carisma e qualidade artística inata. Ainda durante vários anos, a pequena notável foi a imagem de uma famosa marca de refrigerantes, a Pepsi Cola.
Além de Chiquilladas, Anahí participou de outros porgramas infantis, como La telaraña, em 1986 e Súper ondas, em 1989. Desde então, a atriz não se limitou somente à televisão e passou a atuar nas telonas, em filmes como Asesinato a sangre fría, e Había una vez una estrella, com David Reynoso e Pedro Fernández, ambos em 1989. Por sua atuação neste último filme, viria receber, em 1991, o prêmio Palma de oro por seu destaque como atriz infantil. Em 1991, grava outro filme, Nacidos para morir, com Humberto Zurita, e neste mesmo ano atua nas telenovelas Garotas bonitas, La pícara soñadora e Madres egoístas. Em 1992, participa nos filme Ayúdame compadre, onde atua junto de sua irmã Marichelo; El ganador, e No me defiendas compadre. Além disso atua na telenovela Ángeles sin paraíso e grava seu primeiro disco, Anahí, que promove por toda a República no ano seguinte, quando se apresenta durante cinco semanas no circo Atayde, com El show de Anahí. En 1993, Anahí interpreta o tema Mensajero del Señor, dedicado ao Papa João Paulo II, devido à sua visita a Yucatán, México. Em 1995, aos doze anos, participa de Alondra, telenovela mais exitosa da época, que foi vendida para vários países e foi a que fez com que a Anahí ficasse conhecida em outros países como Espanha e Venezuela. Ainda no mesmo ano Anahí grava a série Mujer, casos de la vida real que mostra o cotidiano de mulheres trabalhadoras que cuidavam dos filhos. Ainda em 1995, lança seu segundo disco ¿Hoy es mañana? e, no ano seguinte, em 1996, grava a telenovela Tú y yo. 


Em 1997, grava a telenovela Mi pequeña traviesa e lança seu terceiro disco, Anclado en mi corazón, já em 1998, atua em Vivo por Elena e Gotinha de amor. Em 1998, aos quinze anos de idade, Anahí para de frequentar escolas e passa a ter professores particulares em casa, terminando os estudos mais cedo e, posteriormentese, formando-se em estilista de moda. Neste mesmo ano, é chamada para gravar a série Una pura y dos con sal, onde tem sua primeira protagonista em trabalhos de televisão. Com o fim da série Anahí entra para o elenco de O diário de Daniela e, logo mais, Mujeres engañadas, além disso protagoniza junto de José Joel, filho do cantor José José, o filme Inesperado amor. 


Em 2000, consegue seu primeiro papel protagônico em Primeiro amor - A mil por hora, ao lado de Kuno Becker, com quem realiza um dueto para a telenovela. Após trabalhar arduamente e sem parada por vários anos, e terminada as gravações da telenovela, Anahí é internada às pressas em um hospital após sofrer uma parada cardíaca por oito segundos devido a anorexia e bulimia que enfrentava desde que gravava Mujeres engañadas. A carga de trabalho, o nervosismo e uma baixa autoestima a levaram a padecer desta grave enfermidade, da qual se recuperou, mas contra a qual luta diariamente para não recair, já que sabe que a vida não lhe daria outra oportunidade. 


Em 2002, Anahí é convidada por Pedro Damián para se integrar à segunda temporada da telenovela Clase 406, onde protagoniza o papel de uma garota milionária, órfã de mãe, caprichosa e de coração frio; ao decorrer da trama, sua personagem vai se transformando até torna-se mais doce e humilde. 


Em 2004, o produtor Pedro Damián a chama novamente para realizar um papel protagônico na telenovela Rebelde, remake mexicano da original argentina Rebelde way. Desde então começa a namorar o ator Christopher Uckermann seu companheiro de trabalho. Ainda este ano, Anahí coloca silicone, assunto que vira motivo de fofoca em vários canais de televisão e revistas. 

A par da telenovela, forma-se o grupo RBD, composto pelos protagonistas da trama: Anahí, Dulce María, Maite Perroni, Alfonso Herrera, Christopher Uckermann e Christian Chávez. Junto ao RBD, Anahí grava vários discos, entre eles Rebelde, em 2004, que recebe uma versão em português; Tour generación RBD en vivo, Nuestro amor, em 2005, este último também ganha uma edição brasileira; e Celestial, em 2006, com sua respectiva versão em português. Ainda em 2006, lançam outra produção ao vivo: Live in Hollywood e, no mesmo ano, a primeira produção em inglês: Rebels. Já em 2007, lançam Hecho en España, outra produção ao vivo; e Empezar desde cero. O grupo torna-se um fenômeno mundial e alcança vários prêmios, entre eles Premios Juventud, Billboard Latin Music Awards, Premios Lo nuestro, Premios Oye, Orgullosamente latino e outros mais. Com o RBD, Anahí consegue diversos discos de platina e de ouro e realiza turnês em vários lugares do mundo, sendo um dos acontecimentos mais importantes da música mexicana das últimas décadas. A atriz e cantora conhece mais de 23 países, canta em mais de 116 cidades, vende mais de 10 milhões de discos, além dos 17 milhões de downloads na Intrernet, sem contar sua versão da famosa boneca Barbie. Em 2005, é lançado Antología, disco com as melhores canções de suas produções anteriores: ¿Hoy es mañana?, Aclando en mí corazón, Baby blue e Juntos, do álbum Primer amor - A 1000 x hora. Em 2006 os direiros do seu álbum anterior Baby blue são adquiridos pela Universal music que o relança em junho a nível mundial sob o titulo de Una rebelde en solitario, que vende mais de 700.000 cópias no México e mais de 1.000.000 de cópias no mundo inteiro, sendo considerado o álbum de maior sucesso na carreira da cantora, desde então. No ano seguinte é lançada também outra recopilação: Antes de ser rebelde, desta vez com os temas de seus dois primeiros ábuns solo. Em 2007, ainda no auge, o sexteto apresenta a série RBD: La familia, que trata de mostrar como o grupo é na “vida real”, com situações parecidas com a vida que levam, para que os fãs tenham uma ideia de como é o RBD atrás dos bastidores, não se trata de um reality show, tudo o que ocorre na série é ficção. Por último, Anahí, junto ao RBD, faz uma participação especial em Lola…¡érase una vez!, onde, inicialmente havia sido chamada para interpretar a protagonista, mas devido à sua agenda lotada teve que rejeitar o trabalho. No mesmo ano, faz uma participação especial no seriado Always contigo, onde participa de dois episódios.


Em maio de 2007, abre sua loja na Cidade do México, a Anahí world, pela qual, desde então, passa se dedicar exclusivamente. Com a influência que a Anahí tem em vários lugares, suas lojas passam a ser consideradas um ponto turístico, pois várias pessoas viajam para a Cidade do México com o único intuito de conhecê-las. Nas lojas Anahí world se encontra desde roupas e acessórios até produtos com os quais Anahí já se destacou e que já não são lançados hoje em dia, como seus primeiros álbuns solo e revistas. Durante as viagens em turnê, Anahí aproveita para desenhar novos modelos de roupas e calçados, entre outras coisas. Em 2008, após quatro anos de êxito, o grupo RBD anuncia sua separação e realiza uma turnê mundial de despedida chamada Gira del adiós, que passa por lugares como Argentina, Brasil, Chile, Espanha, Eslovênia, Estados Unidos, Romênia, Sérvia e Venezuela. No ano seguinte lançam, então, o último ábum de estúdio: Para olvidarte de mí. Ainda em 2008, faz sua estreia solo em um dueto realizado com o cantor Tiziano Ferro e Dulce María na canção El regalo más grande, alcançando o 2º lugar na parada italiana. A música faz parte do álbum de Tiziano Ferro. No inicio de 2009, Pedro Damián oferece a Anahí o papel principal de Verano de amor, mas a mesma recusa para se dedicar a sua carreira musical. Em março do mesmo ano também é convidada para participar de Sortilegio, mas rejeita a proposta por conter cenas muitos fortes. Sendo assim, assina contrato com a EMI, e tem seu single Mi delirio lançado no dia 16 de julho deste ano, durante a entrega dos Premios Juventud. 
Em 24 de novembro de 2009, é lançado, então, seu álbum solo Mi delírio, pela gravadora EMI Music México. Ainda no fim de 2009 sai em turnê, com a Mi delírio world tour, que percorre Argentina, Brasil, Chile, Eslovênia, México, Romênia, Sérvia e Venezuela.
Em março de 2011, realizou um dueto com o cantor Christian Chávez na canção "Libertad" em homenagem ao público gay, que em apenas dois dias, o clipe tinha mais de 1 milhão de visualizações no YouTube. Voltou ao Brasil em março com a terceira fase da turnê, tendo participações do cantores Christian Chávez, Noel Schajris e Penya, que passou pelo Brasil e teve seu fim no México.

Depois de prolongadas negociações, Anahí aceitou desempenhar o papel principal em Dos Hogares, uma telenovela escrita e produzida por Emilio Larrosa. A novela estreou em 27 de junho de 2011 e seu último capítulo em 20 de janeiro de 2012. A novela marcou a volta da atriz a televisão, quatro anos após sua última aparição em uma série de TV e foi sua primeira protagonista em horário nobre. Além de atuar, Anahí cantou o tema de abertura, intitulado "Dividida", escrito por ela, Orlando Rodríguez Di Pietro e Diego Giron.


O videoclipe da canção foi gravado na Cidade do México e lançado em agosto de 2011 no VEVO da cantora. O vídeo gira em torno de duas Anahí's, uma é cientista e a outra, um robô que está preste a ser ativado pela cientista, pois está sofrendo por dois amores, portanto, resolve criar um clone. Outra canção que Anahí gravou, foi "Rendirme En Tu Amor", junto com Carlos Ponce, seu par romântico na novela. A canção foi tema do casal.


Em maio, foi convidada pela MTV Latina para gravar a canção "Click", tema de abertura da novela Popland!, em parceria com os cantores Ale Sergi (da banda Miranda!) e Brian Amadeus (da banda Moderatto). O videoclipe foi lançado em agosto de 2011.
Com o fim da novela Dos Hogares em janeiro de 2012, Anahí tirou prolongadas férias, e logo em seguida começou a produzir seu sexto álbum. As primeiras informações sobre o disco foi que a cantora faria um dueto com o rapper americano Flo Rida. Os dois chegaram a se encontrar em um estúdio em Los Angeles, mas a parceria não foi finalizada. Também ouve rumores de uma participação do rapper Pitbull. Em julho, Anahí postou em sua conta no Twitter um trecho de uma música que estava escrevendo com Noel Schajris e Claudia Brant. A canção foi lançada em fevereiro de 2013, intitulada "Absurda". Após o lançamento da canção, o projeto do sexto álbum foi engavetado e a cantora começou a se dedicar a compromissos como futura primeira-dama de Chiapas.


Em 04 de outubro de 2014, Anahi confirmou seu noivado com o governador do Estado de Chiapas Manuel Velasco Coello, e no dia 25 de abril de 2015, eles se casaram em uma cerimônia íntima em uma catedral de Chiapas. Um pouco mais de um mês após se casar com Velasco, Anahí divulgou em suas redes sociais o lyric vídeo da canção "Están ahí", após 2 anos sem lançar nenhuma música, como um presente para seus fãs. O lyric video contém fotos da cantora em meet & greets com fãs. Em apenas 48 horas, a canção emplacou o primeiro lugar no iTunes Brasil. Voltou aos palcos no dia 16 de julho de 2015 ao performar na décima-primeira edição dos Prêmios Juventud a canção "Rumba" em parceria com Wisin, que é o primeiro single do seu sexto álbum que será lançado em fevereiro de 2016, intitulado Amnesia.


Em 28 de agosto foi lançado o vídeo musical da canção "Rumba", gravado em Miami sob a direção de Jessy Terrero. Em apenas três dias o vídeo já tinha ultrapassado a marca de 1 milhão de visualizações no YouTube. A canção alcançou a primeira posição na lista da Billboard Tropical Songs e o oitavo lugar na Billboard Latin Pop Songs, ambas dos Estados Unidos.

video

"Aconteça o que acontecer, se algum dia não estivermos mais aqui juntos, tomara que não. Porém, se algum dia não estivermos aqui, somente quero lhes pedir uma coisa, sempre lembrem que havia uma loira louca, a qual lhe mudaram a vida."
Anahí Giovanna Puente Portilla de Velasco

Fontes:
www.telenoveleiros.com
www.youtube.com
pt.wikipedia.com
www.pensador.uol.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.