Header Ads

test

Relembre a novela "A Mentira", próxima reprise do SBT

A Mentira reestreia no SBT 15 anos depois

Uma das histórias mais famosas da autora cubana Caridad Bravo Adams foi adaptada em 1998 por Nora Alemán, e se transformou numa das versões mais famosas (senão, a mais famosa) dessa excelente história: A Mentira.




A história gira em torno de uma intriga. Tudo começa quando Demetrio (Guy Ecker) chega ao México e ao visitar a fazenda de seu irmão Ricardo (Rodrigo Abed), descobre que ele havia acabado de se matar por culpa de uma mulher. As evidências – dentre elas um broche com a letra V – levam Demetrio ao convívio da família Fernandez Negrette, já que ele conhece Juan (Sergio Basañez), filho único de Teo (Eric del Castillo) e Sara (Rosa Maria Bianchi), que há muitos anos, criam suas sobrinhas órfãs, Veronica (Kate del Castillo) e Virginia (Karla Alvarez). Esta última, é a verdadeira culpada pelo suicídio de Ricardo, já que ao colocar os olhos em Juan, abandonou Ricardo. Ambiciosa, interesseira e muito falsa, Virginia inveja Veronica e faz Demetrio acreditar que ela é a culpada. Decidido a se vingar, Demetrio seduz Veronica e se casa com ela. Agora, ele transformará a vida de Veronica em um inferno sem imaginar que se trata de uma grande mentira.


A Mentira foi exibida as 17h no México e foi responsável não apenas por renascer a audiência do horário como cravar um recorde jamais superado. A Mentira deu audiências dignas de grandes sucessos das 21h. Aqui no Brasil, no rastro do sucesso, Guy Ecker veio ao Brasil e participou de vários programas do SBT. Uma produção de Carlos Sotomayor, digna de seus melhores momentos. Uma grande história e um elenco afinado foram os responsáveis por cativar o espectador do começo ao fim, mesmo com a novela sendo esticada. E ainda que o esticamento tenha provocado uma queda de qualidade, a audiência jamais se viu ameaçada. O público já estava conquistado.


Tudo aconteceu porque embora o argumento de Caridad Bravo Adams seja maravilhoso, ele é curto, e nesta adaptação, rendeu cerca de 50 capítulos. Com a audiência nas alturas, novos entrechos foram idealizados para esticar a trama. A novela original acabava quando Virgínia era desmascarada. Aqui, foi acrescentado um novo personagem: Miranda Montesinos (Blanca Guerra), a verdadeira mãe de Veronica que voltava disposta a pedir perdão para filha, mas que era confundida por ela como uma pretendente de Demetrio. Não foi tão consistente quanto a primeira parte da novela, mas na reta final, a novela voltou a encontrar um rumo definido que garantiu fortes emoções.


Outro porém da novela envolvia uma subtrama onde Virginia estava ligada a narcotraficantes, e vários jovens do núcleo do teatro (amigos de Veronica) se envolviam com drogas. Foi um tema forte, mas totalmente alheio a história principal da novela.
O senão técnico foi a iluminação da novela, excessivamente soturna, cenários escuros, não valorizou a produção. O elenco da novela teve alguns destaques, a começar pelo casal protagonista. Após o sucesso internacional de Cafe con Aroma de Mujer, o brasileiro Guy Ecker causou grande impressão e chegou ao México tendo em mãos um excelente personagem, que o fez brilhar do começo ao fim da história. Seu Demetrio era forte, rude, tinha defeitos, fugia do galã convencional e fez muito sucesso. Bem como Kate del Castillo como Veronica, que não era uma protagonista boba e ingênua, e sim uma mulher forte e decidida, que não se deixava humilhar. Era inteligente e dona de uma personalidade marcante. Os dois juntos, tinham uma química explosiva que os posicionou na preferência do público. Guy Ecker e Kate del Castillo fizeram um casal tão marcante que viriam a repetir a parceria em um projeto de webnovela anos depois.


Karla Alvarez teve seu melhor papel em novelas como a falsa Virginia. Sua dissimulação, voz de boazinha e pose de vítima a transformaram numa das grandes vilãs das telenovelas. Do quarteto principal, Sergio Basañez, embora bom ator, foi o mais prejudicado, seu Juan não tinha a menor força ao lado deles, e na segunda fase da novela, foi o mais apagado. Destaca-se ainda as participações de Eric del Castillo, Rosa Maria Bianchi e Salvador Pineda como Dr. Moguel, um homem alcoólatra e que batia na mulher, Irma (Tina Romero).


Algumas cenas marcantes: o suicídio de Ricardo, a serenata que Demetrio faz a Veronica, as brigas entre os dois na fazenda, quando Veronica invade o casamento de Virginia em um vestido amarelo para desmascará-la (um dos melhores capítulos de novela de todos os tempos), etc.
O tema de abertura ficou eternizado na voz de Vicente Fernandez, Me Voy a Quitar de Enmedio. Rendeu tanto que foi necessário que Vicente inclusive ganhasse uma segunda versão da abertura com sua participação. Esse foi o último trabalho dos atores Rodrigo Abed e Sergio Basañez na Televisa. Eles seriam contratados pela TV Azteca. Sergio Basañez, inclusive, ganhou lá o status de ator principal da casa. Inúmeros remakes antes e depois de La Mentira foram produzidos com essa mesma história – um inclusive, no Brasil. Um dos anos 60 é bem marcante, produzido com Ernesto Alonso, e trazendo Yulissa, Enrique Lizalde e Fanny Cano nos papéis centrais. Em 2010, a Televisa produziu Cuando me Enamoro (Quando Me Apaixono), e foi quase uma versão livre da história. Silvia Navarro e Juan Soler foram os protagonistas. Em 2012, o SBT produziu a novela Corações Feridos, protagonizada por Patricia Barros e Flávio Tolezani. O mais recente foi produzido em 2015 pela Televisa, intitulado Lo Imperdonable (O Imperdoável), protagonizado por Ana Brenda Contreras e Ivan Sánchez.

A Mentira foi um verdadeiro sucesso. Provou que, como sempre, a chave de tudo, é uma grande história, e a química entre seus protagonistas foi o provável elemento que fez, mesmo após o esticamento, a audiência se manter lá em cima.

A Mentira, reestreia nesta segunda 28 de Março, substituindo o seriado Chaves na faixa das 13h45. A novela será exibida da mesma forma que a última reprise de Maria Do Bairro, apenas para as regiões que seguem programação de São Paulo e não há programação local no horário.

Fontes:
novelamexicana.com.br

Nenhum comentário